PROFESSOR

PAULO CESAR

PORTAL DE ESTUDOS EM QUÍMICA
 

DICAS PARA O SUCESSO NO VESTIBULAR: AULA ASSISTIDA É AULA ESTUDADA - MANTER O EQUILÍBRIO EMOCIONAL E O CONDICIONAMENTO FÍSICO - FIXAR O APRENDIZADO TEÓRICO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS.

Home
Bico de Bunsen
Teor de Álcool na Gasolina
Segurança no Laboratório
Potenciais Redox
Eletrólise
Equação de Arrhenius
Propriedades Coligativas
Titulação do Amoníaco
Reações Químicas
Titulação do vinagre
Preparo de NaOH
Cinética Química
Reatividade de Metais
Lei de Graham
Equipamentos de Laboratório
Relatório

 

POTENCIAIS REDOX DE CÉLULAS

horizontal rule

    INTRODUÇÃO

Um metal quando colocado na presença de um cátion poderá ou não transferir elétrons, por exemplo.

Sendo assim, reações de oxido-redução são reações de deslocamento.

Célula eletroquímica, célula galvânica, célula voltaica ou pilha eletroquímica são  nomes dados aos dispositivos  que produzem corrente elétrica ao ocorrer uma reação de oxido-redução. A célula eletroquímica converte energia química em energia elétrica a partir de uma reação de oxido-redução espontânea.
 

    MATERIAL UTILIZADO
 

-    Papel Cromatográfico.
-    Multímetro.
-    Soluções de: Mg2+, Zn2+, Ni2+, Sn2+, Pb2+, Cu2+, Ag+, Au3+ e eletrodo de referência.
-    Metais polidos das soluções acima.

    

    PROCEDIMENTO
 

1 -    Recortar 10 tiras de papel cromatográfico medindo 15 cm x 1,5 cm e uma tira medindo 1,5 cm x 25 cm.

2 -    Marcar a lápis as respectivas soluções, 1,0 mol/L em que cada tira será embebida, a saber: AMg2+, Zn2+, Ni2+, Sn2+, Pb2+, Cu2+, Ag+ e  Au3+.

3 -    Dispor  estas tiras de maneira paralela umas as outras de tal forma que não haja contato entre as mesmas. Devem ser acomodadas em superfície lisa e não condutora, por exemplo fórmica.


FIGURA 1 - Montagem do Experimento.

4 -    Embeber a tira maior com uma solução 1mol/L de KCl e estabelecer contato elétrico entre as tiras.

5 -    Colocar em cima de cada tira os respectivos metais devidamente polidos.

6 -    Medir os potenciais de cada par com um multímetro  e anotar os valores de potenciais encontrados. Será sempre considerada a primeira medida efetuada. Medidas subseqüentes com os mesmos pares redox, deverão, necessariamente sofrer novo polimento.


FIGURA 2 - Medição dos potenciais. 

7 -    Construir uma tabela como se segue:

Tabela 1 - Valores de potenciais encontrados com o multímetro.

-

+

Au Ag Cu Pb Sn Ni Zn Mg Eref
Au ----------                                                                                                                                        
Ag                  ----------                                                                                                                       
Cu                                   ----------                                                                                                      
Pb                                                    ----------                                                                                     
Sn                                                                     ----------                                                                    
Ni                                                                                      ----------                                                   
Zn                                                                                                       ----------                                  
Mg                                                                                                                        ----------                 
Eref                                                                                                                                         ----------

8 -    Comparar as diferenças obtidas com as diferenças dos potenciais padrões que são valores tabelados. Veja Tabela 2.

Tabela 2 - Potenciais padrões de eletrodos em solução aquosa a 25º C.

Par Redox Reação de Eletrodo E0/V

Li+/Li                     

Li+ + e- Li

-3.04

K+/K

K+ + e- K

-2.92

Ba2+/Ba

Ba2+ + 2e- Ba

-2.90

Ca2+/Ca

Ca2+ + 2e- Ca

-2.76

Na+/Na

Na+ + e- Na

-2.71

Mg2+/Mg

Mg2+ + 2e- Mg

-2.38

Al3+/Al

Al3+ + 3e- Al

-1.71

H2O/H2/Pt

2H2O + 2e- 2OH- + H2

-0.83

Zn2+/Zn

Zn2+ + 2e- Zn

-0.76

Cr3+/Cr

Cr3+ + 3e- Cr

-0.74

Fe2+/Fe

Fe2+ + 2e- Fe

-0.41

Cd2+/Cd

Cd2+ + 2e- Cd

-0.40

Ni2+/Ni

Ni2+ + 2e- Ni

-0.23

Sn2+/Sn

Sn2+ + 2e- Sn

-0.14

Pb2+/Pb

Pb2+ + 2e- Pb

-0.13

H+/H2/Pt

2H+ + 2e- H2

 0.00

Cu2+/Cu

Cu2+ + 2e- Cu

 0.34

Fe3+,Fe2+/Pt

Fe3+ + e- Fe2+

 0.77

Ag+/Ag

Ag+ + e- Ag

 0.80

H+,NO-3/NO/Pt

NO-3 + 4H+ + 3e- NO + 2H2O

 0.94

O2/H+,H2O/Pt

O2 + 4H+ + 4e- 2H2O

 1.23

Au3+/Au

Au3+ + 3e- Au

 1.42

 

Home | Bico de Bunsen | Teor de Álcool na Gasolina | Segurança no Laboratório | Potenciais Redox | Eletrólise | Equação de Arrhenius | Propriedades Coligativas | Titulação do Amoníaco | Reações Químicas | Titulação do vinagre | Preparo de NaOH | Cinética Química | Reatividade de Metais | Lei de Graham | Equipamentos de Laboratório | Relatório

Este site foi atualizado em 19/01/11