PROFESSOR

PAULO CESAR

PORTAL DE ESTUDOS EM QUÍMICA
 

DICAS PARA O SUCESSO NO VESTIBULAR: AULA ASSISTIDA É AULA ESTUDADA - MANTER O EQUILÍBRIO EMOCIONAL E O CONDICIONAMENTO FÍSICO - FIXAR O APRENDIZADO TEÓRICO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS.

Home
Bom dia com a Química
Morando com a Química
A Química da Água Pura
A Química que Lava Roupa Suja
A Roupa da Química
Com a Química no automóvel
A Química no seu Escritório
A Química dos Bytes
A Química no Chão
A Química da Imagem
O Som da Química
A Química do Natal
Com a Química no Pé
A Química da Bola
A Química da Cor
A Química da Beleza
O Sorriso da Química
As Armas Químicas
O Melhor Amigo do Homem
A Química que Embala
Dormindo com a Química

 

Química é Vida | Todo o dia com a Química | A Química na sua casa | Química na Escola | Tabela Periódica | De onde vem a Química

Quem quiser ver, verá. A Química sempre é um dos grandes destaques do carnaval. Nos salões e nas ruas. Sem ela, a folia teria menos cores, o samba menos ritmo, fantasias e alegorias menos efeitos. Exagero? Vamos ver. Adivinhe só quem sai com a timbalada de Carlinhos Brown? O poli (cloreto de vinila), mais conhecido, aqui, na Bahia e no exterior, como PVC. É isso mesmo. São os tubos de PVC que formam o corpo das timbas criadas pelo genial músico baiano.

Aliás, junto com o PVC, podem ser vistos por todo o País os polietilenos, o poliestireno e o polipropileno, da ala das resinas termoplásticas. Eles participam das baterias, como instrumentos musicais, dos carros alegóricos dando forma à criação dos carnavalescos, e ainda são partes integrantes das fantasias dos milhares de passistas que enchem a avenida de alegria. Ah! Eles também marcam presença nos concursos de fantasia e salões de todo o País.

Como a Química tem um fôlego incrível, ela também pode ser notada nas arquibancadas e nos camarotes. Lá costuma estar, por exemplo, o poli (tereftalato de etileno), que gosta de ser reconhecido como PET. Ele é encontrado nas garrafas de refrigerantes que refrescam gargantas. Além, é claro, dos fios e fibras sintéticas que dão um toque macio e confortável às roupas dos foliões.

A presença dos fios e fibras, normalmente acompanhados pelos corantes, é sempre fundamental no carnaval. Aliás, foi a cada vez mais comum falta de um pequeno punhado de fios sintéticos, em um ponto estratégico do corpo humano, que, há alguns carnavais, levou as escolas de samba do Rio de Janeiro a um acordo inédito: evitar a nudez explícita nos desfiles.

Parece que o acordo não foi cumprido, mas isso não vem ao caso. O que vale lembrar é que a Química há muitos anos, não perde um carnaval. Do pandeiro ao "reco-reco", quase todos os "acessórios" do carnaval são produzidos com resinas termoplásticas, como os artefatos plásticos para as famosas "guerra de água" das crianças, fantasias, máscaras de látex que divertem e assustam, tintas especiais para pintar corpos e até sprays de serpentinas são algumas dessas invenções. Tudo para animar o carnaval. Assim, da próxima vez que você escutar os primeiros acordes do cavaquinho, as primeiras batidas da bateria, entre na folia certo de que a Química estará lá no meio, bem pertinho de você, ajudando sua escola a levar o samba no pé.

 

Home | Bom dia com a Química | Morando com a Química | A Química da Água Pura | A Química que Lava Roupa Suja | A Roupa da Química | Com a Química no automóvel | A Química no seu Escritório | A Química dos Bytes | A Química no Chão | A Química da Imagem | O Som da Química | A Química do Natal | Com a Química no Pé | A Química da Bola | A Química da Cor | A Química da Beleza | O Sorriso da Química | As Armas Químicas | O Melhor Amigo do Homem | A Química que Embala | Dormindo com a Química

Este site foi atualizado em 09/07/11