PROFESSOR

PAULO CESAR

PORTAL DE ESTUDOS EM QUÍMICA
 

DICAS PARA O SUCESSO NO VESTIBULAR: AULA ASSISTIDA É AULA ESTUDADA - MANTER O EQUILÍBRIO EMOCIONAL E O CONDICIONAMENTO FÍSICO - FIXAR O APRENDIZADO TEÓRICO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS.

Home
Bico de Bunsen
Teor de Álcool na Gasolina
Segurança no Laboratório
Potenciais Redox
Eletrólise
Equação de Arrhenius
Propriedades Coligativas
Titulação do Amoníaco
Reações Químicas
Titulação do vinagre
Preparo de NaOH
Cinética Química
Reatividade de Metais
Lei de Graham
Equipamentos de Laboratório
Relatório

 

CINÉTICA QUÍMICA

horizontal rule

    INTRODUÇÃO
 

Em Algumas transformações os sinais de mudança são percebidos após um longo período de tempo, enquanto outras os sinais  aparecem mais rapidamente.

O CO e NO, existentes nos escapamentos dos automóveis, são exemplos de reações lentas. Esses dois gases tóxicos combinam-se para formar CO2 e N2:

           CO(g)  +  NO(g)  ®  CO2  +  ½ N2 ,

 Em condições normais a conversão desses gases é muito demorada.

A dissolução de um comprimido efervescente em água é um exemplo de mudança imediata.

As velocidades de reações químicas freqüentemente são difíceis de serem determinadas, porque se necessita medir o valor de uma grandeza que vai variando a concentração.. os métodos instrumentais são freqüentemente úteis, pois medem a variação da viscosidade através da variação de alguma propriedade física, como a pressão, absorção de luz, condutividade, etc. As velocidades de reações dependem da concentração das várias espécies presentes na mistura reagente.

Para ver como as velocidades de reação podem ser descritas quantitativamente, considere a reação hipotética, homogênea (em fase única):

A + B ® C + D

Quando A e B são colocadas em contato,  reagem produzindo C e D. Velocidade de reação é uma medida de quão rapidamente um reagente é consumido ou um produto é formado. 
 

    MATERIAL UTILIZADO
 

-    Buretas.
   Beckers.
   Tubos de ensaio.
-    Cronômetro.
-    Água destilada.
-    Solução H2SO4 0,3 mol/L (H+).
-    Solução Na2S2O3 0,3 mol/L (S2O3-2).
 

    PROCEDIMENTO

1 -    Identificar 3 buretas e 3 bequers (H2O, H+ e S2O32-) .

2 -    Encher corretamente as respectivas buretas com os respectivos líquidos do item anterior, zerando-as.

3 -     Pegar 6 tubos de ensaio limpos e, utilizando a bureta colocar em cada um 4,00 mL de uma solução 0,30 mol/L de H2SO4.

4 -     Numerar outros 6 tubos de ensaio.

5 -     Utilizando as buretas colocar nestes tubos numerados uma solução 0,30 mol/L de Na2S2O3 e água conforme descrito na tabela que segue:
 

Tabela 1 - Volume dos conteúdos e tempos para os tubos de ensaio.

TUBOS VOLUMES EM mL T (s)                                                     
S2O32- H2O TOTAL
1 6,00 0,00 6,00                                                  
2 5,00 1,00 6,00                                                          
3 4,00 2,00 6,00                                                                            
4 3,00 3,00 6,00                                                   
5 2,00 4,00 6,00                                                
6 1,00 5,00 6,00                                                

6 -    Pegar o tubo 1 do item  3 (que contém 4,00 mL de ácido sulfúrico 0,30 mol/L) e adicionar ao tubo 1 da Tabela 1. Agitar e acionar o cronômetro, ambos imediatamente.

FIGURA 1 - Animação do procedimento.

7 -    Colocar atrás do tubo uma tira preta e parar o cronômetro assim que a turvação (produto da reação) não permita a visualização desta. Anotar o tempo na Tabela 1.

8 -    Descartar o conteúdo deste tubo em recipiente fechado e lavá-lo imediatamente.

9 -    Repetir os passos 6,7 e 8 para os tubos de 2 a 6 da Tabela 1, um de cada vez, anotando os respectivos tempos de reação.

10 -  Fazer um gráfico de velocidade (mols/s) versus concentração (mols/L)

 

Home | Bico de Bunsen | Teor de Álcool na Gasolina | Segurança no Laboratório | Potenciais Redox | Eletrólise | Equação de Arrhenius | Propriedades Coligativas | Titulação do Amoníaco | Reações Químicas | Titulação do vinagre | Preparo de NaOH | Cinética Química | Reatividade de Metais | Lei de Graham | Equipamentos de Laboratório | Relatório

Este site foi atualizado em 19/01/11