PROFESSOR

PAULO CESAR

PORTAL DE ESTUDOS EM QUÍMICA
 

DICAS PARA O SUCESSO NO VESTIBULAR: AULA ASSISTIDA É AULA ESTUDADA - MANTER O EQUILÍBRIO EMOCIONAL E O CONDICIONAMENTO FÍSICO - FIXAR O APRENDIZADO TEÓRICO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS.

     
Home
Grafeno
Crise Financeira
Hidratos de Carbono
LHC
Bactéria GFAJ
Sperbactérias KCP
Como as cinzas prejudicam os aviões
Ônibus a Hidrogênio
Superátomos
O que os Faraós Bebiam
Metal Orgânico
Microondas no Laboratório de Química
Pré-Sal
Elementos Pseudo-metálicos
Crise Nuclear na Coreia
Crédito de Carbono
Reforma Ortográfica
Novo ENEM
Gripe Suína
Água Seca
Balança mais sensível do mundo
Chuva Seca
Adoçantes Artificiais
Estato Gasoso
Por que a água sanitária desinfeta
Adrenalina
Água
Antibióticos
Ácido Desoxirribonucleico
Armas Químicas
Armas Biológicas
Armas Nucleares
Bafômetro
Bicabonato de Sódio
Biodiesel
Bronzeamento Artificial
Bioquímica das Células
Botulismo
Cálculos em Química por Análise Dimensional
Células Tronco
Clonagem
Colesterol
Combustíveis
Ciclos Biogeoquímicos
Cristais Líquidos
Curiosidades_químicas.htm
Desodorantes
Etanol
Fenilcetonúria
Química do Vagalume
Neuroquímica
Vida
Ecstasy
Moléculas que matam
Coca Cola Diet x Bala Mentos
Química do Beijo
Novo Tipo Ligação Química
Datação do C 14
Bioquímica da Arteriosclerose
Equilíbrio Ácido Base no Sangue
Sabão Molécula Intrigante
Cafeína
Vírus
Feromônios
Benzeno
Corantes
Nicotina
Polônio
Leptina
Raio X
Polímeros: A era dos plásticos
Vacinas Comestíveis
Química Combinatória
Gás Hélio
Sangue Artificial
Surfactantes e Micelas
Química do Cabelo
Elementos Químicos
Química Medicinal
Explosivo C4
THC
Notícias Quânticas
Forças Intemoleculares
Gás Carbônico
Biotecnologia
Química das Aranhas
Vitaminas
Moléculas Quirais
Carboidratos
Colesterol II
Lipídios
Proteínas
Química do Sorvete
Química do Vinho
Química na Cozinha
Quimioterapia
Dicionário de Química
Diet ou Light?
Fique Por Dentro
Química das Aranhas
Gráficos
Grandes Nomes da Ciência
Histórico da Química
Lâmpadas Fluorescentes
Meio Ambiente
Mol
Os Segredos da Mumificação
Perguntas Superinteressantes
Química do Cigarro
Química do Cotidiano
Tratamento da Água
Salmonella
Pilhas e Baterias
Polímeros Condutores de Eletricidade
Umidade Relativa do Ar
Viagra
Vitaminas e Minerais

 

COMBUSTÍVEIS

Um combustível é qualquer substância que reage com o gás oxigênio – O2 (comburente) de modo exotérmico, isto é, liberando energia, usualmente de modo vigoroso, na forma de calor, chamas e gases.

Chamamos de queima ou combustão a reação química pela qual os constituintes do combustível se combinam com o oxigênio do ar. Esta é a reação que ocorre nas câmaras de combustão dos veículos automobilísticos e pode ser completa ou incompleta.

A combustão completa ocorre quando o combustível reage com o oxigênio do ar formando gás carbônico (CO2) e água (H2O).

Observe o exemplo:

C2H5OH(ℓ) + 3 O2(g) ® 2 CO2(g) + 3 H2O(g)

Quando a quantidade de ar é limitada durante a queima do combustível, pode não haver oxigênio suficiente para converter carbono em dióxido de carbono, neste caso o carbono pode ser transformado em monóxido de carbono (CO), sendo a combustão denominada de incompleta.

Observe o exemplo:

C2H5OH(ℓ) + 2 O2(g) ® 2 CO(g) + 3 H2O(g)

O monóxido de carbono produzido é um gás incolor e inodoro extremamente tóxico, quando inalado se combina a hemoglobina do sangue podendo causar hipoxia, ou seja, um estado de baixo teor de oxigênio nos tecidos orgânicos.

Se a quantidade de ar é extremamente baixa, são produzidas minúsculas partículas sólidas de carbono denominadas de fuligem.

Observe o exemplo:

C2H5OH(ℓ) + 1 O2(g) ® 2 C(s) + 3 H2O(g)

Para evitar a ocorrência da combustão incompleta, é necessário que os motores de automóveis estejam bem regulados. Por isso na cidade de São Paulo instituiu-se a inspeção ambiental veicular que consiste em fazer a inspeção dos limites máximos de emissão de gases tóxicos mediante a utilização de analisadores de gases.

 

No meio que vivemos existem várias substâncias que estão ou podem ser usadas como combustível.

Entre as sólidas incluem-se o carvão, a madeira e a turfa. O carvão é queimado em caldeiras para esquentar água, que pode vaporizar-se para mover máquinas a vapor, ou diretamente para produzir calor utilizável em usos térmicos (calefação). A turfa e a madeira são utilizadas principalmente para a calefação doméstica e industrial. A turfa foi utilizada para a geração de energia nas locomotivas, que utilizavam madeira como combustível, muito comum no passado.

Entre os líquidos usados como combustível encontramos os de origem vegetal ou animal, como o álcool e o óleos vegetais de rícino e gorduras à partir do século XX surgem os combustíveis minerais, considerados fósseis, são os derivados do petróleo como óleo diesel, o querosene e a gasolina (ou nafta).

Entre os combustíveis gasosos estão o gás natural ou os GLP (Gases Liquefeitos de Petróleo)representados pelo Propano e o Butano. As gasolinas e até os gases são utilizados para os motores de combustão interna.

Nos corpos dos animais em geral, o combustível principal é constituído por carboidratos, lipídios e, em certas circunstâncias, as proteínas, que proporcionam energia para os músculos, o crescimento e os processos de renovação e regeneração celular.

Os combustíveis podem ter origem fóssil (fonte não renovável) ou podem ser obtidos de recursos renováveis (vegetais vivos) denominados biocombustíveis.

 

BIOMASSA:
A energia alternativa

A energia está aí...
Em um processo chamado fotossíntese, as plantas capturam energia do sol e transformam em energia química. Esta energia pode ser convertida em eletricidade, combustível, calor por vários processos. As fontes orgânicas que são usadas para produzir energias usando estes processos são chamadas de Biomassa.

BIOMASSA: Os mais comuns combustíveis da Biomassa são resíduos agrícolas, madeira e plantas como cana-de-açúcar, que são colhidas com o propósito de gerar energia. Entretanto, é possível converter o lixo municipal em combustíveis para o transporte, indústrias e mesmo residências! Já existem milhares de casas e indústrias que utilizam biomassa como energia.
De acordo com o Banco Mundial, 50 a 60% da energia nos países em desenvolvimento vem da biomassa, e metade da população mundial cozinha com madeira. A geração de energia por queima da madeira cresceu de 200 megawatts em 1980 para 7.800 megawatts hoje.

BRASIL: a fermentação e destilação da cana de açúcar está produzindo etanol para mistura com a gasolina. Nos EUA, a mistura etanol-gasolina corresponde a 8% do mercado de combustíveis, enquanto que, no Brasil, 43% dos automóveis são movidos a álcool.



aproveitando o lixo!
 

 

CLASSIFICAÇÃO

 

1. COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS

1.1. CARVÃO MINERAL

1.2. GÁS NATURAL (GN)

1.3. PETRÓLEO

 

2. BIOCOMBUSTÍVEIS

2.1. CARVÃO VEGETAL

2.2. ETANOL

2.3. BIODIESEL

2.4. H-BIODIESEL (H-BIO)

2.5. BIOGÁS

 

3. OUTROS COMBUSTÍVEIS

3.1. ACETILENO

3.2. METANOL

3.3. HIDROGÊNIO

3.4. CÉLULAS COMBUSTÍVEIS

 

Home | Grafeno | Crise Financeira | Hidratos de Carbono | LHC | Bactéria GFAJ | Sperbactérias KCP | Como as cinzas prejudicam os aviões | Ônibus a Hidrogênio | Superátomos | O que os Faraós Bebiam | Metal Orgânico | Microondas no Laboratório de Química | Pré-Sal | Elementos Pseudo-metálicos | Crise Nuclear na Coreia | Crédito de Carbono | Reforma Ortográfica | Novo ENEM | Gripe Suína | Água Seca | Balança mais sensível do mundo | Chuva Seca | Adoçantes Artificiais | Estato Gasoso | Por que a água sanitária desinfeta | Adrenalina | Água | Antibióticos | Ácido Desoxirribonucleico | Armas Químicas | Armas Biológicas | Armas Nucleares | Bafômetro | Bicabonato de Sódio | Biodiesel | Bronzeamento Artificial | Bioquímica das Células | Botulismo | Cálculos em Química por Análise Dimensional | Células Tronco | Clonagem | Colesterol | Combustíveis | Ciclos Biogeoquímicos | Cristais Líquidos | Curiosidades_químicas.htm | Desodorantes | Etanol | Fenilcetonúria | Química do Vagalume | Neuroquímica | Vida | Ecstasy | Moléculas que matam | Coca Cola Diet x Bala Mentos | Química do Beijo | Novo Tipo Ligação Química | Datação do C 14 | Bioquímica da Arteriosclerose | Equilíbrio Ácido Base no Sangue | Sabão Molécula Intrigante | Cafeína | Vírus | Feromônios | Benzeno | Corantes | Nicotina | Polônio | Leptina | Raio X | Polímeros: A era dos plásticos | Vacinas Comestíveis | Química Combinatória | Gás Hélio | Sangue Artificial | Surfactantes e Micelas | Química do Cabelo | Elementos Químicos | Química Medicinal | Explosivo C4 | THC | Notícias Quânticas | Forças Intemoleculares | Gás Carbônico | Biotecnologia | Química das Aranhas | Vitaminas | Moléculas Quirais | Carboidratos | Colesterol II | Lipídios | Proteínas | Química do Sorvete | Química do Vinho | Química na Cozinha | Quimioterapia | Dicionário de Química | Diet ou Light? | Fique Por Dentro | Química das Aranhas | Gráficos | Grandes Nomes da Ciência | Histórico da Química | Lâmpadas Fluorescentes | Meio Ambiente | Mol | Os Segredos da Mumificação | Perguntas Superinteressantes | Química do Cigarro | Química do Cotidiano | Tratamento da Água | Salmonella | Pilhas e Baterias | Polímeros Condutores de Eletricidade | Umidade Relativa do Ar | Viagra | Vitaminas e Minerais

Este site foi atualizado em 27/01/11